• Odontologia Esportiva

    Odontologia Esportiva

    A odontologia desportiva tem uma ação multidisciplinar promovendo saúde bucal e melhora no rendimento dos atletas, prevenindo lesões decorrentes de atividades físicas. E dentro desta multiplicidade está a especialidade de Dtm e Dor Orofacial (disfunção da articulação temporomandibular) que vem preencher de maneira direta a necessidade desse paciente em se tratar.

    Estudos científicos , nos mostram uma relação muito íntima relação entre o trauma provocado por esportes de alta perfomance e a dtm (disfunção da articulação temporomandibular). Entre esses esportes podemos citar: Karatê, lutas, corridas etc.

    Bonotto_et_al-2015-Dental_Traumatology, nos mostra que há uma maior incidência de dtm em atletas de alta perfomance comparado com atletas amadores, talvez explicado pela intensidade maior ao treino, estresse, ansiedade em maior grau, podem nos explicar esta prevalência. Bonotto também confirmam os resultados com os de Shirai et al. (13) que relata lesões por trauma facial mais frequentes entre atletas profissionais comparado com amadores.

    O trabalho cientifico de Gato escola e col. relatam que 30% dos atletas futebolísticos do Barcelona apresentam bruxismo, 16,7% apresentam ruídos na região da articulação temporomandibular e 6,7% apresetam dor à palpação articular.

    De qualquer forma sabemos que os traumas , microtraumas, apertamento dental, alterações emocionais, perfil perfeccionista e competidor presentes nos esportistas favorecem o aparecimento de causas predisponentes ao aparecimento da dtm (disfunção da atm).

    Dtm e dor orofacial - especialidade

    Os sinais e sintomas desta patologia são muito prevalentes na população e podem ser identificados por:

    • Dor de cabeça
    • Cansaço na musculatura mastigatória
    • Dores ao redor da região articular (dores de ouvido)
    • Desvios mandibulares ao fechar e abrir a boca
    • Dor na articulação (ATM) - Limitação de abertura de boca
    • Travamento na abertura ou fechamento da boca
    • Cervicalgias (dores no pescoço)
    • Bruxismo do sono
    • Sensação de plenitude auricular (ouvido tampado)
    • Estalos e/ou crepitação ao abrir e/ou fechar a boca
    • Diminuição da audição
    • Má qualidade do sono

    Nós especialistas em D-ATM e DOR OROFACIAL temos como principal preocupação avaliar a presença de sinais e sintomas de D-ATM (disfunção da articulação temporomandibular). O diagnóstico definitivo será feito através de um exame clínico criterioso (muscular e articular) junto com a histórica clinica do paciente, exames IRM ou tomografia se necessário.

    Quanto ao tratamento, temos como primeira, executa-lo de maneira menos invasiva possível, de forma conservadora e sempre baseado em evidências científicas.

    Como a patologia é multietiológica a abordagem deverá ser multifatorial abrangendo todas as ramificações pertinentes e para isso o mais indicado é este paciente ser atendido por uma equipe multidisciplinar envolvendo especialista em DTM e Dor Orofacial, médicos, fisioterapeutas e se necessário psicólogos, todos trabalhando com um só objetivo, devolver ao paciente uma melhor qualidade de vida. No tratamento podemos adicionar a utilização de aparelhos orais neuro musculares, terapias farmacológicas, laserterapia, microcorrentes, termoterapia, infiltrações em pontos gatilhos, controle de hábitos parafuncionais e técnicas de comportamental cognitivo. A educação e a conscientização pelo paciente em relação aos fatores contribuintes no surgimento e agravamento da doença são de extrema importância no controle da doença.

Menu ADZ